Restaurante Pedra Chata

Culinária caseira com cardápio diferenciado

O Restaurante Pedra Chata possui em seu cardápio padrão a deliciosa comida caseira. Diversos pratos quentes, carnes selecionadas e um completo buffet de saladas e acompanhamentos, além de nossas deliciosas sobremesas.

Culinária da Polônia (polonês: kuchnia polska) é uma mistura de tradições culinárias eslavas e estrangeiras. Surgida da mistura dos diversos costumes culinários das várias regiões da Polônia e culturas circunvizinhas, ela utiliza uma grande variedade de ingredientes. É rica em carne de todos os tipos e temperos, bem como de tipos diferentes de massas e bolinhos, sendo o mais popular deles o pierogi (massa cozida, com recheio de requeijão e batata, acompanhado de molho de lingüiça, nata e bolas de requeijão). Assemelha-se a outras culinárias eslavas quanto ao uso de mingaus (kasza) e de outros cereais, mas teve também uma grande influência das culinárias turca, alemã, húngara, judaica,russa,francesa e culinárias coloniais do passado. No geral, a culinária da Polônia é rica, substancial e relativamente alta em gorduras. O polonês dedica uma parte generosa de seu tempo para desfrutar suas refeições.

Cardápio

Cardápio

Um almoço típico é normalmente composto de pelo menos três pratos, começando com uma sopa, como barszcz (beterraba) ou żurek (um alimento feito de centeio triturado fermentado), seguido talvez em um restaurante por um aperitivo de salmão ou arenque (preparado com creme, óleo ou vinagre). Outros aperitivos populares são patês feitos de vários tipos de carnes, legumes ou peixes. O prato principal pode ser bigos (chucrute com pedaços de carne e lingüiça) ou schabowy (bistecas de porco empanadas). Termina com uma sobremesa, que pode ser um sorvete ou, mais provavelmente um pedaço de (makowiec), bolo feito em casa com sementes de papoula, ou ainda drożdżówka, um tipo de bolo de levedo. Outras especialidades polonesas incluem chłodnik (uma sopa fria de beterraba para os dias quentes), golonka (juntas de carne de porco cozidas com legumes), kołduny (bolinhos de massa de carne), zrazy (bifes enrolados), salceson e flaki (tripas). Muitos pratos contêm queijo do tipo quark.

Campo Magro é um município brasileiro do estado do Paraná. Sua população em 2010 é de 24 843 habitantes.

No dia 28 de dezembro de 1995, às 15:35h, no gabinete do Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, o Deputado Aníbal Khury, promulgou a Lei n° 11.221 com a seguinte súmula: cria o Município de Campo Magro, desmembrado do Município de Almirante Tamandaré.

site-4

Área Rural

A região de Conceição, localizada na área rural de Campo Magro, possui uma grande gama de histórias e lendas. A primeira povoação no território ocorreu por volta de 1801, com a chegada de Gaspar Correia Leite e sua esposa Esmenia Ferreira, que acompanhados de seus escravos, saíram de suas terras buscando novas riquezas. Depararam-se com inúmeras dificuldades, pois a região era desabitada, com matas virgens, mas com muitas riquezas minerais. Devoto de Nossa Senhora, Gaspar chamou a região de Nossa Senhora da Conceição, e logo construiu uma capela de pedra para colocar as duas imagens que trouxe consigo: Nossa Senhora da Conceição e Nossa Senhora da Luz, realizando assim novenas e adorações. Gaspar adquiriu as terras para a extração do ouro, trabalho realizado por escravos e alguns índios. Para facilitar a extração do ouro mais fino, foram construídos paredões de pedra em torno do leito e das margens, além da mudança no curso do rio, que teve seu leito dividido em dois. Com o decorrer do tempo a comunidade fundada por Gaspar aumentou, fazendo com que a localidade de Nossa Senhora da Conceição passasse a se chamar Conceição dos Correias. Através do trabalho escravo, Gaspar abriu estradas para carros de boi, ligando a região a Bateias, local onde o ouro era conduzido para ser beneficiado. Após alguns anos, Gaspar partiu para Curitiba, deixando em seu lugar o filho Antonio Correia. Gaspar faleceu em 18 de junho de 1819, aos 72 anos, deixando para trás uma experiência de luta que gerou frutos significantes para a história do município de Campo Magro.

Turismo rural ou agroturismo é uma modalidade do turismo que tem por objetivo permitir a todos um contato mais direto e genuíno com a natureza, a agricultura e as tradições locais, através da hospedagem domiciliar em ambiente rural e familiar.

Desde a década de 70, como resposta ao aumento e diversificação da procura turística, assim como a procura de soluções para o declínio e desagregação das sociedades rurais, assiste-se ao desenvolvimento do turismo em espaço rural, constituindo-se estas como um meio privilegiado de promoção dos recursos existentes nos territórios rurais, um factor de revitalização do tecido económico e social e uma oportunidade para o desenvolvimento destes territórios.

O turismo no espaço rural constitui uma atividade geradora de desenvolvimento económico para o mundo rural quer por si só, quer através da dinamização de muitas outras atividades económicas que dele são tributárias e que com ele interagem.

Ambiente Externo

As atividades turísticas no meio rural constituem-se da oferta de serviços, equipamentos e produtos de:

  • hospedagem
  • alimentação
  • recepção à visitação em propriedades rurais
    recreação, entretenimento e atividades pedagógicas vinculadas ao contexto rural
    outras atividades complementares às acima listadas, desde que praticadas no meio rural, que existam em função do turismo ou que se constituam no motivo da visitação.

Aspectos políticos

O Turismo Rural, além do comprometimento com as atividades agropecuárias, caracteriza-se pela valorização do patrimônio cultural e natural como elementos da oferta turística no meio rural. Assim, os empreendedores, na definição de seus produtos de Turismo Rural, devem contemplar com a maior autenticidade possível os fatores culturais, por meio do resgate das manifestações e práticas regionais (como o folclore, os trabalhos manuais, os “causos”, a gastronomia), e primar pela conservação do ambiente natural.

No campo do desenvolvimento econômico, o turismo rural só produziria atividades quando localizado em núcleos próximos a grandes cidades ou em locais com atrativos especiais. Porém, os problemas resultantes da massificação do turismo rural podem ser muitos, como por exemplo, a localização pontual, impactos ambientais graves, abandono de atividades agropecuárias e excessiva terceirização da atividade econômica.

Fonte: Wikipedia

Novidades


Culinária da Polônia

Culinária da Polônia (polonês: kuchnia polska) é uma mistura de tradições culinárias eslavas e estrangeiras. Surgida da mistura dos diversos costumes culinários das várias regiões da Polônia e culturas circunvizinhas, ela utiliza uma grande variedade de ingredientes. É rica em carne de todos os tipos e temperos, bem como de…

Campo Magro

Campo Magro é um município brasileiro do estado do Paraná. Sua população em 2010 é de 24 843 habitantes. No dia 28 de dezembro de 1995, às 15:35h, no gabinete do Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, o Deputado Aníbal Khury, promulgou a Lei n° 11.221 com a…

Turismo Rural

Turismo rural ou agroturismo é uma modalidade do turismo que tem por objetivo permitir a todos um contato mais direto e genuíno com a natureza, a agricultura e as tradições locais, através da hospedagem domiciliar em ambiente rural e familiar. Desde a década de 70, como resposta ao aumento e…

Informações e reservas

Para mais informações, reservas, venha falar conosco!